Teoria e Prática em Gestão de Projetos

Dá para Conciliar Teoria e Prática em Gestão de Projetos!? O que é mais importante? E por onde começar??

O que eu mais ouço por aí é que a experiência e prática são mais importantes do que a teoria. Será mesmo? O que você acha?

Às vezes, vejo isso como uma “desculpa” para não estudar…

Por outro lado, temos algumas pessoas que defendem as teorias, criticando o que está “certo” (de acordo com um livro) ou está “errado” (segundo determinada metodologia), mas nunca aplicam nada…

É a eterna disputa dos pensadores que nunca implementam versus fazejadores que nunca planejam. A verdade é que um bom profissional precisa balancear e equilibrar esses dois aspectos: embasamento conceitual sólido e experiência prática na aplicação.

Não faz muito sentido separar as duas coisas. As boas teorias e metodologias estão trazendo sistematização a partir da observação, permitindo você ser mais eficiente e eficaz no dia-a-dia do seu trabalho por meio de técnicas mais modernas.

Imagine que você seja um médico. Vai se preocupar apenas com a prática e experiência? Fazer cirurgias e diagnósticos usando coisas que você aprendeu “nas ruas”, por tentativa e erro, ou que aprendeu com seu bisavô? Muito bem, acho que você não quer fazer uma cirurgia com esse médico. E por que os gerentes de projetos (e outros profissionais) seriam diferentes?

Estamos em pleno século XXI e você está usando abordagens pré-II Guerra Mundial? Estude, aplique, aprenda, revise… Mantenha-se sempre atualizado e se diferencie profissionalmente.

Fique por dentro assistindo as aulas gratuitas do #profissãoGP aqui.